Fábrica de Startups presente na Macau International Start-Up Week

A Fábrica de Startups é uma das aceleradoras presentes na Macau International Start-up Week, que arrancou esta quinta-feira, em Macau. CityCheck, MindProber e SEAentia foram as startups escolhidas pela Fábrica de Startups para participar neste evento.

Da esq. para a dir.: João Rito (SEAentia), Tomás Caeiro (City Check) e Nuno Dias (MindProber).

Da esq. para a dir.: João Rito (SEAentia), Tomás Caeiro (City Check) e Nuno Dias (MindProber).

A Fábrica de Startups está esta semana em Macau, para a Macau International Start-Up Week, juntamente com mais três startups portuguesas: a CityCheck, a MindProber e a SEAentia. Durante o evento, focado em angariar investimento, cada uma delas vai ter oportunidade de se apresentar numa sessão de pitch, que contará com a presença de investidores de Macau, China, Hong Kong, Austrália e de outros países.

Nesta viagem, Tomás Caeiro (Fundador e CEO) quer mostrar que “a City Check é uma oportunidade fantástica, não só para as famílias que visitam Macau, mas também para as famílias que vivem em Macau e para os parceiros de negócios que estão dentro do ecossistema de turismo e da educação na China e em Macau”. A CityCheck é uma aplicação móvel, que permite que as famílias joguem jogos educativos, enquanto visitam os principais pontos de interesse de uma cidade.

Para Nuno Dias, Co-Fundador e CTO da MindProber, “esta viagem a Macau é uma oportunidade única para construir pontes com um mercado tão entusiasmante e emergente como o chinês”. Para além de fazer contactos, Nuno espera também conseguir “falar com VCs que possam estar interessadas no seu projeto e na ronda de financiamento, que está a ser projetada para o próximo ano”. A MindProber é uma empresa de estudos de mercado ligada à neurociência, que ajuda as empresas a desenvolver conteúdos publicitários e digitais, através da análise das suas respostas fisiológicas e comportamentais.

João Rito, um dos Fundadores da SEAentia, diz estar “confiante e motivado” para esta viagem, que espera que seja marcada pelo “início de um projeto de produção sustentável de peixe, entre os dois países [Portugal e China]”. A SEAentia é uma startup de aquacultura, que tem como principal objetivo produzir peixes de alta qualidade, da maneira mais sustentável possível.

Sobre a presença na Macau International Start-Up Week, António Lucena de Faria, Fundador e CEO da Fábrica de Startups, diz que esta é uma “oportunidade única” para “cumprir o compromisso de apoio na internacionalização”, uma vez que “a Fábrica de Startups está empenhada em promover o empreendedorismo e a inovação além-fronteiras e a fortalecer o vínculo entre empreendedores de diferentes países, em diferentes continentes”.

A Macau International Start-Up Week arranca esta quinta-feira, em Macau, e termina sábado, dia 7 de setembro. A edição deste ano irá dar especial foco à cooperação entre Macau e os países de língua portuguesa, nas esferas de incubação/aceleração de startups e na promoção do empreendedorismo, com o objetivo de fortalecer o papel de Macau, enquanto plataforma de serviços comerciais entre a China e os países de língua portuguesa.

Depois da Macau International Start-Up Week, a Fábrica de Startups irá ainda realizar, na companhia da CityCheck, da MindProber e da SEAentia, um Roadshow pelos principais centros de investigação e inovação na China.